A infeção por VIH

não é impedimento para uma vida sexual ativa

Saúde Sexual Masculina

O VIH e o sexo

O VIH E O SEXO

POSSO CONTINUAR A TER UMA VIDA SEXUAL NORMAL? 

Sim. O sexo pode ser tão apreciado após o diagnóstico de infeção por VIH como antes, com parceiros a curto ou a longo prazo.

O QUE POSSO FAZER PARA PROTEGER OS OUTROS DA INFEÇÃO POR VIH?

Deve certificar-se que é utilizado o preservativo durante as relações sexuais.

Se já iniciou o tratamento para a infeção por VIH e tem uma carga vírica indetetável há pelo menos seis meses, a probabilidade de transmitir o vírus a outras pessoas é significativamente reduzida.

Fale com a sua equipa de cuidados de saúde sobre o que pode fazer para evitar transmitir o vírus ao/à seu/sua parceiro/a sexual.

QUAIS SÃO OS BENEFÍCIOS DE USAR PRESERVATIVO?

Os preservativos são a melhor maneira de se proteger a si e ao seu parceiro masculino, da transmissão da infeção por VIH e de outras doenças sexualmente transmissíveis (DST) – incluindo infeções bacterianas, como a gonorreia ou vírus, como o herpes.

Quando ambos os parceiros têm infeção por VIH é importante usar o preservativo porque:

  • O/A seu/sua parceiro/a pode ter um tipo de VIH resistente, contra o qual a sua medicação para a infeção por VIH não o/a protege;
Devo contar ao/à meu/minha parceiro/a?

Devo contar ao/à meu/minha parceiro/a?

Falar sobre seu diagnóstico pode ter muitos benefícios:

  • Pode fazer escolhas informadas sobre as atividades sexuais.
  • Ser aberto e honesto pode promover uma melhor saúde emocional.
  • Muitas vezes, as reações das pessoas com quem fala podem ser mais positivas do que pensava. Isso pode mobilizar a sua rede de apoio.
  • Se já iniciou o tratamento para a infeção por VIH e tem uma carga vírica indetetável há, pelo menos seis meses, a probabilidade de transmitir o vírus a outras pessoas é significativamente reduzida.
  • Se a infeção por VIH lhe tiver sido diagnosticada há pouco tempo, pode aconselhar os seus parceiros sexuais recentes a fazer o teste de VIH.

Caso o/a seu/sua parceiro/a reaja mal quando lhe contar:

  • É conveniente pensar nas várias reações que o(s) diferente(s) parceiro(s) pode(m) ter ao tomar conhecimento do diagnóstico da infeção por VIH
  • Esperamos que o/a seu/sua parceiro/a o/a apoie, mas é sempre possível que ele/a reaja negativamente.
  • Se a sua situação for especialmente difícil e estiver preocupado com problemas ou for vítima de violência doméstica, pergunte à sua equipa de cuidados de saúde se há algumas orientações ou apoio especializado para o ajudar a tomar a sua decisão ou a enfrentar reações negativas.
O VIH pode afetar a minha libido?

O VIH pode afetar a minha libido?

Possivelmente, mas as alterações da libido são comuns nas pessoas com ou sem infeção por VIH por motivos totalmente alheios ao VIH. Também é normal acontecer com o envelhecimento.

O VIH não afeta a libido em todas as pessoas, no entanto pode aumentar a probabilidade de uma menor libido do seguinte modo:

  • A infeção por VIH pode reduzir os níveis de testosterona do seu corpo, o que pode impactar a libido e as ereções.
  • Um diagnóstico de VIH pode causar muito stress o que pode ter impato na libido e na capacidade de ter uma ereção.

Se está preocupado com as alterações dos seus impulsos sexuais, desconforto durante o sexo ou qualquer outro problema sexual, aconselhe-se com sua equipa de cuidados de saúde.

O que perguntar?

O que perguntar?

Pergunte à sua equipa de cuidados de saúde…

  • Estou em risco de transmitir a infeção por VIH se fizer sexo sem preservativo?
  • Como pode a medicação para a infeção por VIH afetar a minha vida sexual?
  • Como posso cuidar da minha saúde sexual no futuro?
  • Como devo contar aos/às meus/minhas parceiros/as que sou seropositivo?
  • Como podem a infeção por VIH e a medicação afetar a minha líbido?
5 Sugestões

para cuidar da sua saúde

  1. Use preservativo
    para se proteger a si e aos outros contra as DST
  2. Faça exames regulares
    de saúde sexual
  3. Pergunte à sua equipa de cuidados de saúde
    como dizer aos seus parceiros que é portador da infeção por VIH
  4. Seja franco e honesto com sua equipa de cuidados de saúde em relação à sua vida sexual
  5. Pense a quem gostaria de contar sobre o seu diagnóstico de infeção por VIH, incluindo parceiros sexuais passados, presentes ou potenciais futuros