INICIAR

O tratamento antirretrovírico, assim que for diagnosticado com a infeção por vih, pode reduzir o risco cardiovascular.

O VIH E O CORAÇÃO

O que é importante saber?

O QUE É IMPORTANTE SABER?

Por várias razões, é importante que as pessoas que vivem com a infeção por VIH estejam conscientes da sua saúde cardíaca.

Hábitos tabágicos

Os fumadores têm até duas vezes mais probabilidade de sofrer um enfarte do miocárdio do que as que nunca fumaram.

Deixar de fumar é o melhor que pode fazer pela saúde do seu coração. Fale sobre o seu estilo de vida com a equipa de cuidados de saúde e discutam em conjunto a melhor abordagem para si.

O próprio VIH

Com o tempo, o próprio vírus pode aumentar o seu risco de doenças cardíacas. Fale com a sua equipa de cuidados de saúde sobre o exame regular da sua tensão arterial e dos níveis de colesterol, bem como sobre o seu risco de diabetes.

Medicamentos para o tratamento da infeção por VIH

Alguns dos medicamentos antirretrovíricos para tratar a infeção por VIH podem estar associados a um aumento do risco de doença cardíaca. É importante saber se está a fazer o tratamento adequado. Pergunte à sua equipa de cuidados de saúde quais são as melhores opções para si.

A SAÚDE DO CORAÇÃO

Doença cardíaca é o termo que descreve o que acontece quando o seu coração não funciona corretamente, o que pode dever-se a várias razões. As patologias comuns incluem:

  • Doença coronária
  • Arritmia
  • Insuficiência cardíaca
  • Valvulopatias
  • Hipertensão arterial pulmonar

Algumas causas de doenças cardíacas são genéticas, mas determinados estilos de vida podem aumentar a probabilidade de as desenvolver. Esses incluem:

  • Hábitos tabágicos
  • Ingestão de álcool em excesso
  • Consumo de demasiadas gorduras saturadas (como manteiga, carnes gordas e natas)
  • Ausência de atividade física

Outros fatores que podem afetar o bom funcionamento do seu coração incluem:

  • Idade
  • Alguns medicamentos
  • Stress emocional
  • Exercício físico
  • Outras doenças
O VIH pode causar doenças cardíacas?

O VIH PODE CAUSAR DOENÇAS CARDÍACAS?

À medida que envelhecemos, o risco cardiovascular aumenta, independentemente de estarmos ou não infetados por VIH. No entanto, as pessoas infetadas por VIH têm mais probabilidade de desenvolver doenças cardíacas do que as outras. Existem várias razões, incluindo o efeito prejudicial que o próprio vírus causa no seu corpo, bem como o estilo de vida e alguns tratamentos.

Existem várias medidas que o podem ajudar a controlar o risco cardiovascular.

Estou em risco?

Há uma série de avaliações regulares que a sua equipa de cuidados de saúde pode fazer para identificar o seu risco cardiovascular, incluindo:

  • Analisar o seu estilo de vida, em particular a dieta e os hábitos tabágicos, para identificar o que pode mudar (os fumadores têm quase duas vezes mais probabilidade de sofrer um enfarte do miocárdio do que quem nunca fumou)
  • Calcular o seu risco de doença cardíaca, tendo em conta a sua idade, pressão arterial e níveis de colesterol
  • Verificar se tem diabetes ou está em risco de a desenvolver
  • Rever a sua terapêutica, incluindo a da infeção por VIH

E se eu já tiver uma doença cardíaca?

Se lhe tiver sido diagnosticada uma doença cardíaca, pode aumentar a possibilidade de ter um coração mais saudável do seguinte modo:

  • Mudar o estilo de vida (dieta saudável, praticar regularmente exercício) ajuda a diminuir o risco cardiovascular
  • Deixar de fumar, mesmo depois de um enfarte, pode diminuir o risco de sofrer um novo enfarte.

Fale com a sua equipa de cuidados de saúde sobre a gestão da doença cardíaca.

O que perguntar?

O VIH E O CORAÇÃO

  • Qual o risco de vir a sofrer de doença cardíaca? (é essencial  conhecer a sua história familiar)
  • Preciso de medir regularmente os níveis de açúcar no sangue? (caso seja diabético).
  • Quais são os meus níveis de pressão arterial e colesterol?
  • Quais são os sinais ou sintomas de doença cardíaca?
  • Que mudanças posso fazer no meu estilo de vida ou nas opções de tratamento?
5
Sugestões

PARA CUIDAR DA SUA SAÚDE

  1. Fale sobre a saúde do seu coração com a equipa de cuidados de saúde
  2. Não fume
    ou procure ajuda para reduzir o seu consumo de tabaco
  3. Faça uma alimentação saudável e equilibrada
    reduza a quantidade de sal e gorduras da sua dieta e consuma mais vegetais e cereais integrais
  1. Reveja com a equipa de cuidados de saúde a sua história familiar de doenças cardíacas
  2. Controle os seus níveis de stress
    pratique exercício físico e de relaxamento