Iniciar o tratamento da infeção por VIH o mais cedo possível pode

reduzir o risco

de desenvolvimento de alguns cancros

VIH e o Cancro

O que é importante saber?

O que é importante saber?

Consumo de tabaco e de álcool

Alguns dos tradicionais fatores de risco de contrair cancro, como o consumo de tabaco (uma causa conhecida de cancro de pulmão) e o consumo excessivo de bebidas alcoólicas (que pode aumentar o risco de cancro do fígado), são elevados nas pessoas que vivem com infeção por VIH. O tabaco e o consumo excessivo de álcool são responsáveis por 40% de todos os cancros e as pessoas que vivem com infeção por VIH têm uma probabilidade três vezes superior de receber um diagnóstico do cancro do pulmão quando comparadas com pessoas que não estão infetadas por este vírus.

Parar de fumar e reduzir o consumo de bebidas alcoólicas são medidas importantes para reduzir o risco de cancro. Visite os módulos relacionados com a saúde do homem ou da mulher para aceder a informação sobre consumo de tabaco e de álcool.

A Infeção por VIH

Uma vez que a infeção por VIH enfraquece o sistema imunitário, o organismo pode ficar com menor capacidade para combater outras infeções que podem dar origem ao cancro. Muitas pessoas que vivem com infeção por VIH podem ainda ter outros vírus que causam alguns tipos de cancro.

Vírus que podem causar cancro:

  • Vírus Herpes Humano 8 (HHV-8) é a causa de Sarcoma de Kaposi
  • Vírus Epstein Barr (EBV) (um vírus associado à febre glandular) causa alguns subtipos de linfomas Hodgkin e não Hodgkin
  • Papilomavírus humano (HPV) causa cancro do colo do útero, alguns tipos de cancro anal e cancro da cabeça e do pescoço
  • Vírus da hepatite B (VHB) e hepatite C (VHC) podem ambos ser causadores de cancro do fígado.

A maioria destes vírus é mais frequente em pessoas que vivem com infeção por VIH do que em pessoas não infetadas.

As boas notícias? Tomar a medicação para a infeção por VIH pode reduzir o risco de cancro causado por infeções, assim como as infeções mais vulgares em pessoas com uma baixa contagem de CD4 – especificamente Sarcoma de Kaposi e linfoma não Hodgkin.

More about cancer

O Cancro

  • Há mais de 100 tipos diferentes de cancro. O cancro começa quando as células se alteram de forma anormal
  • Esteja ou não infetado com o VIH, o cancro é comum no continente Europeu
  • A identificação de sinais de cancro o mais cedo possível pode ajudar a maximizar os efeitos do tratamento
Pode a infeção por VIH causar cancro?

Pode a infeção por VIH causar cancro?

A relação entre a infeção por VIH e o cancro é complexa. Alguns tipos de cancro são mais frequentes em pessoas que vivem com infeção por VIH comparativamente a pessoas não infetadas. Entre eles:

  • Sarcoma de Kaposi
  • Linfoma Hodgkin e não Hodgkin – ambos são cancros do sangue que podem afetar pessoas com sistemas imunitários enfraquecidos
  • Cancro do colo do útero (entrada para o útero a partir da vagina)

Outros tipos de cancro causados por vírus podem também estar associados ao aumento do risco em pessoas que vivem com infeção por VIH. Como por exemplo:

  • Cancros do fígado (relacionados com o vírus da hepatite B ou C)
  • Linfoma Hodgkin (se teve febre glandular no passado, poderá ter um risco ligeiramente superior)
  • Cancros que afetam membranas húmidas como o cancro do ânus, ligados ao vírus do papiloma humano (HPV)

Para outros tipos frequentes de cancro não existe aumento de risco. Alguns exemplos:

  • Cancro da mama
  • Cancro da próstata
  • Cancro colorretal (intestino delgado e cólon)

As boas notícias? A medicação para a infeção por VIH pode reduzir o risco de alguns cancros

Estou em Risco?

Para avaliar o risco de desenvolver cancro, a equipa de cuidados de saúde pode:

  • Rever as suas opções de estilo de vida, nomeadamente no que diz respeito à dieta, hábitos tabágicos e exercício, para identificar possíveis alterações
  • Fazer exames para identificar cancros cervicais, de fígado, da próstata, da mama e colorretais, de acordo com o género e grupo etário
  • Perguntar se já teve cancro no passado
  • Perguntar se alguém da sua família já teve cancro

E se eu já tiver Cancro?

A equipa de especialistas terá preocupações adicionais se tiver cancro ou se precisar de exames de rotina mais regulares do que alguém que não está infetado com VIH. O seu plano de tratamento e a sua medicação poderão ter que ser reavaliados para assegurar que está a ter o tratamento mais adequado.

A equipa poderá ainda questioná-lo sobre o seu estilo de vida para assegurar que:

  • Segue uma dieta saudável e equilibrada
  • Deixa de fumar ou reduz consideravelmente o consumo de tabaco
  • Consome menos bebidas alcoólicas
  • Faz exercício diariamente

Fale com a sua equipa de cuidados de saúde se tem preocupações ou questões sobre outros hábitos que poderão melhorar a sua saúde

O que devo perguntar?

O que devo perguntar?

  • Viver com infeção por VIH ou ter determinado estilo de vida pode aumentar o meu risco de desenvolver cancro? Se assim for, que tipos de cancro?
  • Que mudanças devo implementar no meu estilo de vida ou nas minhas escolhas de tratamento?
  • Devo fazer exames para que tipos de cancro? Qual a frequência com que devo fazer esses exames?
  • A que sinais devo estar atento?

5

Sugestões

Para cuidar da sua saúde

  1. Discuta com a sua equipa de cuidados de saúde as melhores formas de reduzir o risco de cancro
  2. Não fume
    ou procure formas de reduzir o consumo de tabaco
  3. Siga uma dieta saudável e equilibrada
    reduza a ingestão de sal e de gordura, coma mais legumes e cereais integrais
  4. Mantenha um peso saudável 
  5. Informe-se sobre o seu histórico familiar de desenvolvimento de cancros